Principais vantagens e desvantagens do FIES

O Financiamento Estudantil, muito mais conhecido por sua sigla FIES, é um dos programas mais revolucionários do Governo Federal. Ele usa verba do governo para empréstimos a estudantes interessados em cursar nível superior mas não possuem não podem arcar com a mensalidade no momento. Para quem tem interesse no programa é preciso analisar as vantagens e desvantagens. Saiba mais!

O que é o Fies?

O Financiamento Estudantil é o programa do Governo Federal que ajuda a custear os estudos em uma universidade ou faculdade. O funcionamento é bem simples. O estudante com ensino médio concluído que não pode arcar com as mensalidades se cadastra no programa e dependendo de suas notas no Enem e sua renda familiar é selecionado. 

Após a seleção o cadastro é analisado para saber se os documentos enviados são verdadeiros. É preciso ter uma renda familiar de dois salários mínimos ou não participa do programa. Isso porque a finalidade principal é beneficiar os interessados em ter diploma de baixa renda. 

Iniciados os estudos o participante do programa deve agora se recadastrar todos os semestres para provar seu vínculo com a universidade ou faculdade e pagar as taxas de juros mensais. O valor a ser pago é muito menor que a mensalidade e por isso muitos alunos podem conseguir o tão sonhado diploma. 

Ao final dos estudos o graduado terá até dois anos para pagar todas as mensalidades ao programa. O tempo começa a contar a partir da graduação, dando ao formado um período para se estabilizar financeiramente. 

As vantagens do Fies

Fazer parte do Fies não é fácil porque são muitos os solicitantes. Mas para quem consegue vale mesmo a pena porque é interessante há algumas vantagens. Uma delas é não pagar mensalidade. O FIES não é uma bolsa de estudos mas os custos baixos permitem uma oportunidade única para muita gente. 

Outras vantagens do Fies são:

  • Juros baixos em comparação a um empréstimo;
  • Vagas em boas instituições de ensino;
  • O prazo para pagamento é estendido até dois anos após a graduação finalizar.

As desvantagens do Fies

Um ponto negativo do programa não analisado por alguns participantes antecipadamente é a dívida pós curso. Ao contrário do Educa Mais Brasil 2018, programa no qual o desconto é mensal e não se deve nada no final, a dívida fica. O empréstimo possuem juros (mais baixos que um banco) e deve ser pago. O profissional já entra no mercado com uma dívida bem alta. 

O aluno também necessita avaliar seus custos de estar inserido em uma universidade. Isso quer dizer gastos com livros, transporte, alguns materiais necessários para a prática, alimentação, dentre outros. Em alguns casos essa pequena lista pode pesar bastante e mesmo com a mensalidade já paga não será possível prosseguir nos estudos. 

Também é necessário avaliar a escolha do curso com cautela e se é o momento certo de iniciar os estudos. Uma vez aprovado no programa não há como desistir e voltar depois. O cadastro é cancelado e o aluno não pode concorrer de novo.